DIVERSIDADE CULTURAL – VISIBILIDADE E CONVIVÊNCIA COM AS DIFERENÇAS

Praça da Diversidade, localizada na Universidade Vila Velha (UVV). Foto: Gustavo Fraga

Diversidade é uma área de rica discussão. Como EJ, podemos falar de como as diferenças dentro do nosso ambiente de trabalho influenciam os nossos processos e resultados. Aprender com pessoas de diversos cursos complementa, e muito, a experiência de ser empresário júnior. Mesmo em meio a diferenças, seguimos com

garra e com grande capacidade de desenvolvimento. Nada mais justo do que falarmos sobre diferenças, não é?

Para Danilo Besteti, aluno da UVV e integrante do movimento estudantil Empoderades, o respeito às diferenças se dá ao respeitar a vida e a participação do outro na sociedade: “A diversidade é inerente à sociedade; inerente à condição humana. Viver em um ambiente diferente e ser diferente é viver”.

“Nossa intenção é promover um espaço mais acolhedor para os estudantes LGBTs, com eventos, debates e grupos de estudo. Buscamos passar informação para diversas pessoas, inclusive as que não estão nesse meio e querem aprender”, afirma Marlon Lima, também integrante do movimento estudantil.

Inspirados pelo Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento, que ocorre no dia 21 de maio, buscamos reconhecer uma iniciativa que gera discussões e que pode nos levar a pensar mais sobre como enxergamos o diverso. Em diferentes níveis, todos temos diversidade: dentro de si, no meio em que vive, onde trabalha, a maneira como nos comportamos e como vemos o mundo. Cabe a nós entender a diversidade do outro.